domingo, 22 de março de 2009

Meia Maratona de Lisboa

Era a 4ª meia esta época.
Como já aqui havia escrito, foi seguido um plano de 7 semanas por mim elaborado com base em pesquisa e experiência adquirida. Gosto de estabelecer objectivos por escrito, gosto de me esforçar por alcançá-los, cumpri o plano. Na 3ª feira passada, a fazer séries de 1000m com um amigo, à terceira, senti uma leve picada no músculo posterior da coxa esquerda e parei por precaução. Nos dois dias seguintes limitei-me a rolar, ontem também terminando com umas rectas em que não me doeu nada.
Hoje, aquecimento às 7 da manhã, duche, tudo bem. Aquecimento antes da prova, com umas pequenas acelerações, vontade de correr, tempo fresquinho, tudo a postos. Parti com os meus colegas de clube, forte e animado pois íamos como planeado, a amealhar uma média que nos ia permitir gerir uma quebra mais adiante. Aos 6 kms ia com 24 minutos certinhos, mas sem qualquer sinal de desgaste, estava surpreendido e animado, a começar a imaginar a concretização do 1º objectivo: melhorar a minha melhor marca e a sonhar com a 2º objectivo: baixar da hora e trinta.
Passados 30 segundos, senti uma dor horrível, a consumação da rotura que ameaçava desde 3ª feira.
E foi assim que a ansiedade, a animação, se transformou na maior desilusão da minha curta carreira de corredor de pelotão.
Arrastei-me até Belém, de cabeça baixa, cheio de dores.
Resumindo, nas 4 meias desta época, não fiz nenhuma em boas condições físicas, pos causa desta perna esquerda que até tem andado muito bem.As das pontes então, parece que tenho malapata... Dois anos, duas vezes que correm mal, cada vez pior. Ponderarei seriamente a terceira tentativa!
Mas chega de lamúrias!
Já dormi a sesta, já rasguei o plano, já fiz gelo e bebi uma cerveja ao jantar, a 1ª bebida gaseificada das últimas 7 semanas!
Bons treinos a todos.
Eu ficar-me-ei pelo repouso e anti-inflamatório.

5 comentários:

Jorge disse...

---------\\\\|/---------
--------(@@)-------
-o--oO--(_)--Ooo-
Meu amigo que pena que isso veio lhe acontecer, mais mesmo assim com as dores vc terminou a meia de lisboa parabéns...
O negócio agora é levantar a cabeça e se tratar e seguir em frente.
Boa recuperação...
Um abraço,

JORGE CERQUEIRA
www.jmaratona.blogspot.com

joaquim adelino disse...

Olá JP.
Foi pena esse contratempo. O nosso corpo vai dando sinais, mas ás vezes a nossa vontade é superior, acontece a muita gente e agora não vale a pena estar a crucuficar-se. Penso que anteriormente fez o que tinha de ser feito, preparar-se bem. foi traído pela fragelidade do músculo.
Agora com calma trate bem disso e não tenha pressa em regressar, haverá muitas oportunidades pela frente.
Um abraço, meu amigo.

Carlos Lopes disse...

JP

muita pena que aconteceu.O importante alem da participação foi concluir a prova. Abraços

Anónimo disse...

Caro João
as melhoras, boa recuperação.
Abraço.

Fábio Pio disse...

Olá JP!
Parabéns pela prova, espero que o possa ver brevemente nas corridas pois será sinal que estará melhor.
Achei interessante como definiu o seu perfil "37 anos,Moçambicano e benfiquista até morrer",pois também tenho a mesma idade, sou benfiquista e Quelimanense!
http://amantesdacorrida.blogspot.com

As melhoras e um abraço,

Fábio Pio