sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

Manteigas-Penhas Douradas

Por que é que uma prova em que se sofre a bom sofrer nos realiza tanto?
Porque gostamos de sofrer? Não. Ninguém gosta de sofrer!
Gostamos é do momento em que se pára de sofrer. E para se viver esse momento temos de sofrer primeiro. E quanto maior o sofrimento, melhor é o momento imediatamente posterior.
No ano passado, fui lá pela primeira vez, nunca tinha ouvido falar da prova, não sabia como era, só sabia, obviamente, como o nome indica, que seria a subir, claro.Inscrevi-me por mail.
Cheguei no sábado e fui esquiar com a família, naquela aberração de estância, que de estância só tem os preços dos alugueres, uma exorbitância.
Esperei pelos outros 4 casais que lá foram ter e passeámos, brincámos, fotografámos os miúdos e cansámo-nos. À noite, vá de pratos típicos de feijoca, com tudo. E uma bagaceira da casa...
E de noite ouviram-se muitas vezes os autoclismos...
Eu levei a camisola térmica, todo aprumadinho para o frio, mas eu tive foi muito calor!
Nunca caminhei, mas fiz a prova com a "fantástica" média de 06m30s/km. Um suplício!
Mas assim que terminei pensei:"Para o ano cá voltarei, para ser derrotado pela montanha, mas dando mais luta!"
E foi a partir desta prova que fiz os melhores tempos da época passada, a nível mental, para um novato como eu, é importante fazer estas provas, dão estofo anímico que nos permite encarar outras provas com mais capacidade de gerir o sofrimento que qualquer prova acarreta.
Para a semana lá estarei, com mais 5 casais e 12 crias, espero que com neve nas bermas...

4 comentários:

Rotiv disse...

Olá :)
O Blogue dos Manteigas de visita a este espaço :)
Um GRANDE SORRISO :)
http://bloteigas.blogspot.com/

joaquim adelino disse...

Olá amigo JP.
Faz uma excelente defenição do espírito de sacrifício que é necessário ter para enfrentar as dificuldades constantes que nos aparecem com muita frequência no nosso caminho, falamos obviamente da corrida, mas não podemos esquecer também as outras dificuldades, essas sim de fazer os cabelos brancos a qualquer um, e que só as minimizamos devido à grande força de vontade que temos em vencer este e todos os desafios com que somos confrontados todos os dias.
Por isso amigo mantenha sempre esse espírito guerreiro e terá sempre um grande sucesso, na vida e nas corridas.
Um abraço.

Anónimo disse...

Da Quinta da Lomba á lua.
Boas corridas...

Grande disse...

Grande encontro na Mata da Machada!!! Não percam é um grande evento com muitas participações... ilustres pois então!!!